Associado Flajaraguá participa de encontro

Associado Flajaraguá participa de encontro
Emerson Luis Nicocelli, 274 camisas em sua coleção

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Marketing rubro-negro: 22 meses de gestão da Chapa Fla Campeão do Mundo

E aí, caro rubro-negro, leia a matéria, e diga para nós se o Clube de Regatas do Flamengo, está ou não está no caminho certo. Segue na íntegra o texto da Diretoria de Marketing. Novo departamento assumiu em janeiro de 2013 Prezado rubro-negro, O Departamento de Marketing assumiu em Janeiro/13 com a missão de transformar o Mais Querido em um dos cinco maiores clubes do mundo. Para tanto, o único caminho possível era o da profissionalização, com a implantação de governança corporativa e contratação de executivos de mercado com metas e objetivos definidos. E foi o que fizemos. Optamos por dois pilares básicos: o resgate da credibilidade do clube, com o cumprimento de todos os compromissos assumidos (contratos assinados, dívidas contraídas, etc.) e o crescimento acelerado de receitas, para que se pudesse gerar recursos imediatos para investimentos no futebol, esportes olímpicos e na sede social. Dessa forma,temos funcionado prioritariamente com enfoque comercial. Usamos o prestígio e credibilidade pessoal de todos os integrantes do Conselho Diretor e do corpo executivo do clube. Fizemos um planejamento detalhado para a busca persistente por parceiros que estivessem dispostos a aportar recursos financeiros acreditando na marca Flamengo e na nova gestão. Estabelecemos como prioridade os projetos de marketing que gerassem o máximo de receita recorrente, de forma rápida e sem qualquer tipo de investimento ou risco de capital. Recebemos várias ideias e sugestões de ações por parte de sócios, parceiros e torcedores e demos seguimento somente naquelas que se enquadravam nas três premissas, embora dando apoio às ideias e projetos que não gerassem custo e investimento de tempo. Abaixo listamos alguns dos resultados conquistados com muito trabalho duro e seriedade ao longo desses 22 meses: Início do trabalho Encontramos o seguinte legado de 2012: - Total de R$ 212 MM/ano, concentrada em direitos de TV (mais de 54%). - O clube não tinha patrocinador master desde 2010 - Não havia nenhuma receita de sócio-torcedor, ao contrário de outros clubes brasileiros - Bilheteria :R$ 12MM/ano.. - Nenhuma receita com lojas oficiais. - Alta inadimplência de recebimentos de contratos de produtos licenciados. - Clube não tinha CNDs - Custo de financiamento da ordem de 260% do CDI - Clube não tinha credibilidade e baixo reconhecimento do mercado Realizações 2013-2014 A retomada rubro-negra exigiu foco, metas agressivas e muito trabalho. As realizações ajudaram a equilibrar as receitas e fortalecer o Mais Querido. Confira todos os produtos e resultados alcançados: Reconhecimento do mercado: redução do custo de captação de 260% do CDI para menos de 160% do CDI. O trabalho tornou possível a conquista do prêmio de transparência da Pluri e o reconhecimento de profissionais do mercado em pesquisa feita pelo site Teoria dos Jogos, onde o Flamengo deu um salto das últimas posições para a terceira no quesito credibilidade institucional. Baixo custo: os objetivos foram realizados com um custo anual do departamento abaixo de R$ 1,5MM. Sócio-torcedor: O Programa Nação Rubro-Negra já é um dos maiores do Brasil com mais de 58 mil sócio torcedores e o maior crescimento da história dos esportes de todo o mundo em apenas um ano. Tornou-se a segunda maior receita de patrocínio do clube, levantando mais de R$50 MM no período. Projetamos cerca de R$40 MM de receita em 2015. É um programa gerador de receita recorrente com uma série de alicerces sólidos como, por exemplo: a) Conveniência e desconto na compra de ingressos b) Acesso à rede de descontos do Movimento pelo Futebol Melhor c) Participar de experiências com o mais querido d) Rede de descontos exclusiva (com lojas como Walmart, Mabe e Centauro). e) Acesso a conteúdos exclusivos. f) Torcedores já podem converter pontos Multiplus em mensalidades do programa. Como meta no longo prazo para o programa, está o case do Benfica. O clube português consegue converter 4% de sua torcida em sócios-torcedores. Se o Flamengo chegar ao mesmo percentual, terá cerca de um milhão e seiscentos mil associados, gerando a receita equivalente a de um clube europeu. Clique aqui para ser também sócio-torcedor e fazer parte deste Flamengo mais forte. No curto e médio prazo, temos projetos em fase de desenvolvimento. A visão é sempre criar novas plataformas de relacionamento com a torcida, em novos canais de vendas e recebimento. Bilheteria: Em 2013/14 alcançamos R$ 87MM. Projetamos cerca de R$50MM para 2015. Ou seja, a maior receita de bilheteria entre clubes brasileiros. Na final da última Copa do Brasil, o Mais Querido vendeu 100% dos ingressos de forma online, tornando possível também que todos os estados da federação brasileira estivessem representados no Maracanã.Um a verdadeira festa da democracia rubro negra! Há também um desafio de melhorar nossas margens líquidas de bilheteria para chegarmos mais próximos aos clubes que competem conosco. Temos cerca de 40% de margem líquida enquanto clubes como o Cruzeiro chegam a ter 75%!! O aumento de arrecadação é resultado de uma maior eficiência na precificação dos jogos, além da presença do sócio-torcedor com maior conveniência na compra e utilização de outras praças atrativas para o Flamengo. Patrocinadores: Em 2015 devemos triplicar as receitas em relação a 2012, chegando a cerca de R$120MM, com o uniforme mais bem remunerado do Brasil. Hoje, o Manto Sagrado vale mais de R$80MM/ano. As receitas de patrocínio cresceram de cerca de R$40milhões em 2012 para cerca de R$70MM em 2013 e mais de R$90MM em 2014. Desde meados de 2013, o clube voltou a contar com patrocínio master, o que não acontecia desde 2010. No mesmo período, outros clubes da série A do Brasileiro, inclusive em São Paulo, vem tendo dificuldades na captação o que, mais uma vez, qualifica o trabalho. A equipe também conseguiu captar um volume considerável de recursos incentivados, garantindo apoio aos esportes olímpicos e alguns novos patrocínios em menor escala com entrega em propriedades digitais. É um caminho inovador que pode abrir novas receitas para o clube no futuro. Lojas: No início de 2013, o Flamengo não obtinha receita com lojas oficiais. Geramos mais de R$2 MM de receita em 2013, cerca de R$3 MM em 2014 e esperamos chegar a R$4 milhões em 2015. Após extenso trabalho, criamos um modelo de relação comercial entre o clube e lojas. Hoje, temos mais de 50 lojas oficiais espalhadas pelo Brasil.Contratamos uma empresa para impulsionar a expansão, gerenciar o relacionamento dos lojistas com fornecedores e cuidar de todo treinamento e suporte aos lojistas. A marca "Nação Rubro-Negra" já chega a vinte praças e queremos ter 300 lojas até o final de 2017. O projeto será uma importante ferramenta de crescimento do programa Sócio-Torcedor e de vendas da adidas e de produtos oficiais licenciados. Recentemente, abrimos a primeira loja oficial de clube de futebol em aeroportos brasileiros: no Aeroporto Santos Dumont, um dos maiores fluxo do pais com mais de oito milhões de passageiros circulando em seus corredores por ano. Licenciamento: Conseguimos crescimento de receitas reduzindo a inadimplência dos parceiros e melhorando os controles de cobrança. Houve aumento da receita anual de R$3MM para R$5MM. No momento, procuramos estreitar e tornar mais eficiente as relações com os principais licenciados e com a ajuda da adidas, atacar segmentos que hoje não são abastecidos. No geral,tivemos um salto de arrecadação anual projetado de cerca de R$150MM,mas os recursos disponíveis para investimentos ainda são escassos. Vamos pagar em 2015 estes R$150 MM apenas para cobrir pendências do passado,como parcelamentos de impostos, acordos, penhoras e dívidas; O custo anual de manter o clube e todas as suas atividades levarão outros R$150MM. E por fim,manter-se em dia com as obrigações legais,trabalhistas,etc. custarão outros R$ 50MM. Fica claro que,independentemente das vendas de jogadores,já somos em apenas 2 anos a maior arrecadação do Brasil entre os clubes de futebol. Infelizmente,como temos um altíssimo custo anual para "pagar o passado e custear o presente" (em 2015,R$ 350MM/ano),o desafio de crescimento acelerado de receitas continua a nossa frente.Persistimos focados na busca de projetos que atendam aos pilares de geração de receita de forma rápida,recorrente e de baixo custo.... Por isto não temos implementado tantas "ideias" que nos tem sido encaminhadas,todas "ações que o Marketing do Flamengo não prioriza...". Reconhecemos que não divulgamos adequadamente tudo o que construímos,e por isto,pedimos desculpas.Falhamos em comunicar mas jamais em realizar.Pensamos que os fatos acima mencionados corroboram o que aqui afirmamos. E por fim,outra boa notícia: estamos perto do necessário equilíbrio para garantirmos um clube forte em todas as áreas,principalmente no futebol. As bases estão lançadas ,serão fortalecidas e expandidas. 2015 será ainda melhor para os verdadeiros rubro negros,aqueles que acreditam em nossa máxima de campanha: "Tudo pelo Flamengo,nada do Flamengo" Desde já muito obrigado pela seu apoio e atenção SRN, Luiz Eduardo Baptista & Equipe