Associado Flajaraguá participa de encontro

Associado Flajaraguá participa de encontro
Emerson Luis Nicocelli, 274 camisas em sua coleção

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

FLAMENGO é o clube que mais vende camisas na América do Sul

Rubro-Negro arrecadou 14,9 milhões de dólares com o 'Manto Sagrado'; Brasileiros dominam o ranking. De acordo com os levantamentos do site "El Gol Digital", o Flamengo é o clube que mais tem arrecadado com a venda de camisas na América do Sul, em 2014. A análise ainda revela o "domínio" dos clubes brasileiros no chamado Top Ten. Das 10 equipes que faturam com a venda de seus uniformes, sete são brasileiras: Flamengo, São Paulo, Corinthians, Palmeiras, Internacional, Vasco e Fluminense. Colo-Colo, River Plate e Boca Juniors são os "forasteiros". É importante ressaltar que de todos os clubes apenas o Flamengo está na Libertadores deste ano.(redação placar). Confira o ranking do 10 clubes que mais venderam camisas em 2014: Flamengo - 14, 9 milhões de dólares São Paulo - 14, 5 milhões de dólares Corinthians - 12,4 milhões de dólares Palmeiras - 8,3 milhões de dólares Colo-Colo - 7,5 milhões de dólares River Plate - 6,4 milhões de dólares Internacional - 6,2 milhões de dólares Boca Juniors - 5,6 milhões de dólares Vasco - 5,3 milhões de dólares Fluminense - 3,8 milhões de dólares

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Cansado após 20 horas de maratona, FLAMENGO se instala no México para estreia

Com desgaste no semblante, delegação desembarca em León para jogo contra time da casa, pela Libertadores. Trajeto teve conexão em São Paulo e Cidade do México. O Flamengo, enfim, concluiu sua maratona e está no México para estreia na Taça Libertadores. Depois de uma viagem de 20 horas desde a apresentação do elenco no hotel, passando por voos com conexões em São Paulo e na Cidade do México, a delegação rubro-negra desembarcou por volta das 10h40m, no horário local (14h40m, de Brasília), em León, onde encara o time da casa, no Nou Camp, quarta-feira, pela primeira rodada do Grupo 7 da competição internacional. Exaustos, os 22 jogadores seguiram para o hotel, onde descansam até um treinamento leve que será realizado no fim da tarde. A recepção aos rubro-negros na cidade mexicana foi sem a presença de torcedores, mas com muitos jornalistas brasileiros e locais. Para os gringos, o alvo natural foi o trio Lucas Mugni, Frickson Erazo e Victor Cáceres, pela facilidade do idioma. Já Hernane, foi um dos que atenderam os repórteres brasileiros. Com cara de sono, admitiu o desgaste da viagem e que não vê a hora para entrar em campo em sua primeira partida internacional na carreira. - É uma oportunidade de mais uma vez mostrar o meu trabalho. Esperei muito o jogo da Libertadores. Infelizmente, não tivemos um resultado positivo no Carioca (derrota para o Fluminense, sábado). A viagem foi desgastante demais, as costas estão doendo, estou cansado, mas agora é repousar para o jogo. A vontade é de estrear logo. Bate uma ansiedade boa. A notícia ruim do dia para o Brocador foi a presença de Rafa Márquez no treinamento do León, pela manhã. Com isso, o ex-jogador do Barcelona, que ficou fora das últimas partidas por conta de um problema na coxa direita, praticamente garantiu escalação diante do Flamengo. Hernane, por sua vez, não se mostrou preocupado. - Já escutei falar muito. É um excelente jogador, mas temos que passar por cima deles. A delegação do Flamengo permanece em León até a próxima quinta-feira, quando retorna ao Brasil para mais uma longa viagem de olho no clássico com o Vasco, domingo, no Maracanã. No México, os rubro-negros treinam nesta segunda-feira, no hotel, e fazem o reconhecimento do gramado do Nou Camp na terça-feira, às 20h (de Brasília). O jogo está marcado para quarta-feira, às 22h.(globoesporte.com)