A MARCA MAIS VALIOSA DO PAÍS

A MARCA MAIS VALIOSA DO PAÍS
encontro das embaixadas na gávea!

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Jaime aponta efeitos de primeira vitória: ‘Autoestima vai lá em cima’

Treinador interino acredita que triunfo sobre o Criciúma faz com que jogadores passem a acreditar que é possível fazer campanha de destaque. Uma vitória para fugir da zona de rebaixamento e trazer um pouco de paz para o período de paralisação do Brasileirão para Copa das Confederações. O triunfo diante do Criciúma, fora de casa, deu muito mais do que “apenas” três pontos ao Flamengo. Em chamas após início ruim de competição, demissão de Jorginho e divergências internas na diretoria, o Rubro-Negro amenizou um de seus grandes problemas e receberá com maior tranquilidade seu novo treinador. Interino diante do Tigre, Jaime de Almeida falou sobre os efeitos do resultado. - A grande vantagem dessa vitória é que a autoestima do grupo vai lá em cima. Eles viram que, com esse empenho, essa vontade, podemos ir longe e sonhar com alguma coisa boa. É um caminho longo, difícil, quem chegar vai ter um trabalho complicado por estarmos atrás, mas o espírito está voltando. O mais legal é que eles (jogadores) perceberam que podem. Isso é Flamengo, é amor, é dedicação. Com um jogador a mais desde o início do jogo, o Flamengo dominou amplamente o Criciúma, mesmo fora do Rio de Janeiro. A postura apresentada durante todo o jogo foi o que mais agradou a Jaime, que foi sincero ao admitir que o cartão vermelho a Fabinho tornou as coisas menos difíceis. - Achei legal a postura dos jogadores. Mesmo ganhando por 1 a 0, não relaxamos. Jogamos 90 minutos dedicados, com espírito de luta. O Criciúma, mesmo com 10 em campo, é um time difícil, enjoado. Estamos de parabéns, mas sabemos que a expulsão facilitou um pouco. Com cinco pontos em cinco jogos, o Flamengo é o 14º colocado no Brasileirão e só volta a jogar no dia 6 de julho, contra o Coritiba, em local indefinido. O clube tenta entrar em acordo com o Consórcio SA para que o compromisso marque a volta ao Maracanã. Caso não seja possível, Brasília já fez proposta para receber a partida.(globoesporte.com)