FLAJARAGUÁ

FLAJARAGUÁ
OS 3 SORTUDOS!

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Uma vez Flamengo, três vezes Flamengo... "TriCampeãoCopadoBrasil"

De patinho feio à “bonitinho”, de desacreditado à campeão. Os pé-rápados que não conseguiram entender que o Mano queria, ontem jogaram em pleno Maracanã, aliás em pleno Mar Vermelho e com a força da Nação foram campeões. O que era dúvida ou impossível, pode estar bem ali, a vontade prevalece, e se realmente for o caso do Elias, que seja, que fique e que ano que vem dispute a Libertadores com a gente. A contrário de algumas finais e alguns campeões, esse time teve um jogador principal, e o jogador principal veste a camisa 12, quero dizer, pelo menos é o que dizem né, enfim, ele tava lá, jogou os 180 minutos da final, e ontem foi um dos principais jogadores em campo. É claro, vocês já sabem que é este jogador, seria uma injustiça não cita-lo neste título. Tô falando dos torcedores rubro-negros, da Nação, que apoiou até aqueles que não entraram em campo, que jogou na defesa e no ataque a o mesmo tempo, incrível, jogador incansável, que mesmo com o ingresso custando o “olho da cara” não deixou de comparecer. Sem tirar os méritos do Luiz Antônio que jogou bem, se fosse pra escolher o melhor jogador, certamente escolheria a torcida, mas já que não fabricaram 40 milhões de premiações, tranquilo. Titulo com a cara do Flamengo, na raça, no sofrimento... podeira ser mais fácil né? Sei lá, só sei que se deixar o Flamengo chegar, ferrou. Flamengo teve lá seus méritos e a torcida fez sua parte, casamento perfeito. Um ano antes da Copa do Mundo, será que foi um super teste pro tão novo Maracanã? Será que a torcida rubro-negra não teria a mesma sensação no antigo Maraca? Não, quem foi a o velho saberia de quais quer forma que a torcida rubro-negra se sentiria a vontade e se fosse pra testar, e se fosse pra ter um campeão após a reforma, que seja o Flamengo! E foi, fazendo jus à essa torcida que lotou a apoiou os noventa minutos. Sem esquecer do lindo e gigantesco mosaico. #ConteComigoMengão.
Carlos Eduardo (Cadu) - Além desse incrível mosaico, a torcida também fez uma coisa que poucos ou muitos esperavam; apoiaram e gritaram o nome do Carlos Eduardo durante sua substituição, isso foi uma das coisas mais marcantes dessa final, apesar dele não ter jogado bem. Paulinho (Vai, Paulinho!) - Jogou muito, participou de quase todas jogadas de ataque do Flamengo, voltou pra marcar e deu assistência pro primeiro gol, foi um dos melhores em campo. Elias (Davi, Davi,Davi!) - sumiu no primeiro tempo, não jogou muito como na semi-final, mas fez um dos gols do titulo, é claro, não podemos só levar em conta esse jogo, não é pra qualquer um o que o Elias fez neste ano, certamente o melhor jogador desta temporada. Samir (Bola pro mato que é jogo de campeonato) - Um garotinho que na época foi dispensado pelo Fluminense, que alguns dias atrás tava no departamento médico do Flamengo, e que ontem jogou como um experiente, jogou como um verdadeiro campeão. Hernane (Brocador) - Esse era o verdadeiro patinho feio; que quando prometeu trinta gols na temporada foi tachado de risada e que no começo do ano foi reserva do Marcelo Moreno, enfim, o patinho feio ficou bonitinho e tem 34 gols na temporada e além disso foi artilheiro da Copa do Brasil com 8 gols, foi e é um verdadeiro Brocador. Jayme de Almeida (Jayminho) - Mais conhecido como Jayminho. Foi um dos principais responsáveis pela bela campanha do Flamengo neste campeonato, um dos caras que não era conhecido até alguns meses atrás e que hoje coloca o time num patamar histórico, parabéns Jayme, você merece, não posso elogia-lo muito, até porque ele tenta evitar, a humildade prevalece e que ano que vem seja assim com a Libertadores. A união prevalece e neste titulo não foi diferente... uma vez Flamengo, três vezes Flamengo! Tri-Campeão!!!(bolg sentimentos RN)

terça-feira, 26 de novembro de 2013

FLAMENGO divulga balancete e redução de R$ 80 milhões no seu PASSIVO!!!

Clube apresenta aumento na receita operacional líquida por conta de bilheteria e adesões ao programa de sócio-torcedor, que rendeu R$ 4.325,488 até setembro. O Flamengo divulgou, na noite de segunda-feira, o novo balancete trimestral, com as demonstrações financeiras preliminares até setembro de 2013. A nova diretoria adotou a prática de divulgar abertamente os dados que, anteriormente, somente circulavam internamente na Gávea, com a divulgação apenas do balanço anual, o que é obrigatório por lei. De acordo com os números apresentados pela diretoria rubro-negra, o déficit do exercício foi reduzido de R$ 21 milhões para R$ 9 milhões, comparando os meses de setembro de 2012 e 2013. O passivo operacional caiu R$ 80 milhões, passando de R$ 730 milhões para R$ 650 milhões. O site oficial explica que a "redução é oriunda principalmente pelo pagamento de impostos e fornecedores, decrescido do endividamento bancário que cresceu em R$ 7 milhões".
Com o aumento de receitas de bilheteria de jogos e do Programa Sócio Torcedor, a receita operacional líquida subiu 23,5% (de R$ 131,4 milhões em setembro de 2012 para R$ 162,3 milhões este ano). O total de impostos a recolher caiu de R$ 397,8 milhões para R$ 378 milhões, com drástica redução nas contas de curto prazo - de R$ 90,7 milhões para R$ 39,1 milhões - e aumento nas contribuições sociais a recolher a longo prazo, de R$ 307,1 milhões para R$ 338,9 milhões. FUTEBOM E SÓCO-TORCEDOR!!! A receita bruta do futebol subiu de R$ 119,2 milhões em setembro de 2012 para R$ 156,3 milhões neste ano. O programa sócio-torcedor rendeu ao clube até setembro R$ 4.325,488. Esse valor deve aparecer bem mais alto no próximo balancete já que, em outubro, o clube contabilizou milhares de novas adesões. Em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM em setembro, o diretor financeiro do clube, Paulo Dutra, disse que a previsão era de que o programa tivesse retorno entre R$ 9 milhões e R$ 11 milhões líquidos este ano. Outro dado que chama atenção é a redução nas provisões para contingências (valores que são previstos no boletim financeiro em decorrência de processos judiciais em andamento) para ações trabalhistas, que caíram de R$ 40,1 milhões em dezembro de 2012 para R$ 13,8 milhões em setembro deste ano. Houve decréscimo também de cerca de R$ 6 milhões nas provisões para contingências cíveis e, na área tributária, o valor se manteve inalterado. As explicações destacam que as contingências na área cível se referem basicamente a reclamações de atrasos no pagamento de contratos e o valor total é de R$ 81,9 milhões. Em texto divulgado no site oficial, o clube destaca os ajustes financeiros, mas deixa claro que a situação ainda é bem delicada: "Conforme se pode observar, a situação financeira do Flamengo esta mais confortável do que a apresentada no final do exercício de 2012, mas ainda longe de uma estabilidade que permita ao Clube honrar com todos os seus compromissos com tranquilidade".(globoesporte.com)