ENTREGA DE FRALDAS!

ENTREGA DE FRALDAS!
Fraldas em prol de Ryan Richar de Brito Leoni, internado no HJ, a 11 anos.

sábado, 26 de outubro de 2013

Léo Moura supera Hernane e é o mais assediado na chegada a Fortaleza

Cerca de 70 pessoas comparecem a aeroporto na véspera de jogo contra Lusa e, apesar de boa fase do artilheiro, dão mais atenção ao lateral. O Flamengo está nos braços da galera, como é hábito no Nordeste. O mandante da partida de domingo, no Castelão, é a Portuguesa, mas parece não existir dúvida de que quem se sentirá em casa no duelo pela 31ª rodada do Brasileirão serão os rubro-negros. No fim da tarde deste sábado, a delegação carioca desembarcou em Fortaleza e foi recebida por cerca de 70 entusiasmados torcedores no aeroporto. Jogador mais antigo do elenco, Léo Moura foi o mais assediado, como de costume. Antes mesmo de o avião pousar na capital do Ceará, um grupo perto da barreira que dá acesso ao portão de desembarque já combinava: - Esquece os outros, vamos segurar o Léo Moura. Precisamos tirar uma foto. Dito e feito. Um corredor foi formado para que os jogadores não fugissem, mas a abordagem a todo instante foi de forma respeitosa. O primeiro a aparecer foi o treinador Jayme, prontamente identificado. Ao ter seu nome gritado, ele até brincou e sorriu colocando a língua para fora. Felipe e André Santos puxaram a fila dos jogadores. Nome da moda no clube, Hernane até chegou a gerar um pequeno frisson, mas logo atrás dele vinha justamente Léo Moura, que passou a ser o alvo. Enquanto o lateral atendia aos fãs, o Brocador ainda deu atenção a outros torcedores em busca de autógrafos e fotos, mas caminhava sem maiores problemas. Assim aconteceu no percurso de quase todos os jogadores até o ônibus, menos Léo Moura, que seguia cercado. Até que dois seguranças do clube ajudaram-no a se desvencilhar do grupo e seguir para o hotel. Nenhum atleta parou para falar com a imprensa, mas pouco antes da decolagem, no Rio de Janeiro, Felipe se manifestou em uma rede social. - Boa tarde, nação! Estou muito feliz por estar liberado para jogar amanhã. Não foi nada grave, estou bem. E vamos com tudo em busca dessa vitória. Contamos com o apoio de vocês no Castelão! - disse. Após sofrer uma torção no joelho em treinamento na sexta-feira, o goleiro participou normalmente da atividade deste sábado e tem escalação garantida diante da Lusa. Apesar da proximidade da semifinal da Copa do Brasil, contra o Goiás, quarta-feira, em Goiânia, Jayme de Almeida relacionou força máxima para o confronto. A única baixa é Carlos Eduardo, suspenso. Confira os atletas que estão em Fortaleza: Adryan, Amaral, André Santos, Bruninho, Chicão, Diego Silva, Elias, Felipe, Frauches, Gonzalez, Hernane, João Paulo, Léo Moura, Luiz Antonio, Nixon, Paulinho, Paulo Victor, Rafinha, Val e Wallace.(globoesporte.com)

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Flamenguistas mostram empolgação para jogo do clube em Fortaleza

Torcedores rubro-negros não escondem a euforia em ver de perto o clube do coração. Só 13.000 ingressos já foram vendidos até esta sexta-feira. - Se pela televisão, só falto chorar vendo o Flamengo, imagina ao vivo, de pertinho. Essa é a expectativa de Jonas Silva, que trabalha como entregador em Fortaleza. Ele já comprou um dos 13.000 ingressos que já foram comercializados para o jogo do próximo domingo (27), entre Portuguesa e Flamengo, às 16 horas (horário de Brasília) e 15 horas (horário de Fortaleza) na Arena Castelão, pela 31ª rodada do Brasileirão. Ao todo, 58 mil entradas foram colocadas à venda. Jonas conta ainda que adquiriu o bilhete com a permissão do patrão, que liberou a bicicleta para que ele pudesse ir até o Castelão comprar a entrada. Não só isso. O patrão ainda foi o responsável por emprestar R$ 25, preço do ingresso de meia entrada para arquibancada superior. - Meu sonho é ver o Hernane de perto. Conseguir uma camisa dele seria incrível - complementou Jonas. Maranhense de nascimento e vivendo há seis meses em Fortaleza ele revela que já conheceu o Castelão após a última reforma, torcendo pelo Sampaio Corrêa-MA contra o Fortaleza no dia 13 de outubro. A empolgação de Jonas também pode ser vista no representante comercial André Luis Santos. Diferentemente do primeiro, ele vai levar os filhos para ver de perto o clube do coração. Já vi jogos do Flamengo em outros estados e agora chegou a vez de levar os filhos para acompanhar também essa paixão pelo Flamengo. É uma transmissão do amor pelo clube para uma outra geração. Quero ver o Léo Moura, que é o Flamengo na essência, e o Hernane que tem visão de gol e tem sido decisivo. Flamengo é isso. É emoção - contou André, que comprou ingressos para os dois filhos. A venda dos ingressos começou na última terça-feira (22) e segue até o dia da partida. Até esta sexta-feira não foram identificadas grandes filas ou reclamações por parte de torcedores. A expectativa é de Castelão cheio no domingo, com maioria de torcida do Flamengo.(globoesporte.com)

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Sem limites: Hernane bate meta pessoal e pode unificar artilharias

Goleador do Carioca assume condição também na Copa do Brasil, em lista absoluta do país e supera promessa de 30 gols no ano. Falta subir no ranking do Brasileirão. Quem supera Hernane? A pergunta pode até parecer simples, mas está difícil para achar uma resposta em 2013. Do início de ano desacreditado como substituto de Vágner Love até a consagração máxima na vitória por 4 a 0 sobre o Botafogo (assista aos melhores momentos no vídeo), quarta-feira, no Maracanã, pela Copa do Brasil, o caminho foi longo e repleto de provações. Entretanto, o Brocador, que antes era questionado até pela torcida do Flamengo, caminha para ser o melhor atacante do Brasil na temporada. E de forma indiscutível. Para isso, basta aproveitar a chance real de unificar todas as artilharias possíveis. Com os três gols no clássico que colocou o Rubro-Negro na semifinal, o camisa 9 alcançou três marcas de uma só vez: superou a meta pessoal de 30 na temporada e assumiu a liderança na tabela de goleadores tanto da Copa do Brasil quanto do Prêmio Artilheiro do Ano, antigo Friedenreich. Se mantiver o ritmo, bastará a Hernane tirar a desvantagem de dois gols para Ederson, do Atlético-PR, que está no topo da lista do Brasileirão (15 a 13), para se consagrar como o homem-gol de tudo que disputou em 2013. No Carioca, ninguém balançou as redes mais do que ele: 12 vezes. O 'hat-trick' diante do Botafogo fez com que o Brocador chegasse aos seis gols na Copa do Brasil, deixando para trás Rafael Marques, do Botafogo, Rodrigo Silva, do ABC, e Walter, do Goiás - todos com cinco. Do trio, apenas o último segue na competição e pode ter pela frente justamente o Flamengo. Para isso, precisa eliminar o Vasco em confronto nesta quinta, no Maracanã. O primeiro jogo foi 2 a 1 para o time do Serrado. Na disputa para ser o artilheiro do ano, a concorrência é maior. Nesta lista, Hernane divide a liderança com Magno Alves, do Ceará, com 31 gols. Mas Bruno Rangel, da Chapecoense, com 30, o pontepretano William, 29, e o próprio Walter, 28, estão na cola e a briga promete ser acirrada nos últimos 45 dias da temporada brasileira. Já em uma "competição" sem data para terminar, o camisa 9 do Fla amplia a cada jogo sua distância para os concorrentes: a de homem-gol do novo Maracanã. Desde a reinauguração, em junho, ninguém fez a festa no estádio mais vezes do que ele: 14 em 12 jogos. Mais do que o dobro do segundo colocado, o botafoguense Rafael Marques, com seis. O somatório de gols 12 gols no Estadual, 13 no Brasileirão e seis na Copa do Brasil já garante a Hernane também a honra de ser o jogador do Flamengo com mais gols em uma só temporada no Século XXI. Com a atuação diante do Bota, Edilson e seus 28 de 2001 ficaram para trás. Voltando no tempo, Hernane supera ainda Pet, goleador em 2000, e perde para os quase inatingíveis 48 de Romário em 1999. Feitos de sobra para quem começou 2013 questionado por ter marcado apenas três gols nos seis primeiros meses de Gávea e estava longe de ser um tiro certeiro para substituir o principal jogador da equipe. Em meio a desconfiança alheia, uma pessoa sempre acreditou no potencial de Hernane: o próprio jogador. E para Jayme de Almeida esse é o fator determinante para temporada avassaladora do Brocador. - É difícil fazer 31 gols na temporada. O "problema" é que ele acredita nele, acredita no trabalho, treina, se cuida, ajuda para caramba no meio e está sempre bem fisicamente. Na forma que estamos jogando, as jogadas acontecem em velocidade, e o cara que tem que finalizar é ele. Tem essa facilidade e está sempre ali para colocar a bola pra dentro. O aproveitamento é muito bom. Fico muito feliz pelo que tem feito. Temos que acreditar na gente, e ele acredita. Ainda no gramado do Maracanã, o atacante também falou sobre as dúvidas em torno de seu futebol e não escondeu a satisfação por cumprir uma promessa feita a si mesmo no começo da temporada: - Para quem não acreditava no Hernane, graças a Deus estou dando alegria para essa torcida. Vou trabalhar para ser sempre decisivo. Meu sentimento eu não sei explicar. Sei que minha mãe está muito feliz, porque liguei para ela e ela falou para ter calma, que eu seria decisivo. Passei minha meta, que era de 30 gols no ano. Meta cumprida e com o contador de gols ainda funcionado. Afinal, faltam, no mínimo, mais dez jogos para o Flamengo na temporada e surpreender nunca é demais. Hernane que o diga.(globoesporte.com)

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

No embalo da torcida, Paulinho promete Fla agressivo diante do Bota

Para atacante, time tem o perfil de 'ir dentro os 90 minutos' na Copa do Brasil, e questão física será determinante na disputa por vaga na semifinal. Fé na torcida e no retrospecto para avançar às semifinais da Copa do Brasil. Com a parte destinada aos rubro-negros esgotada dois dias antes do confronto com o Botafogo, o Flamengo não tem dúvidas de que contará com incentivo extra das arquibancadas para levar a melhor no duelo de quarta-feira, no Maracanã. E para não decepcionar os rubro-negros, a equipe se agarra à boa campanha na competição para deixar para trás a irregularidade que a tem marcado no Brasileirão. Com sete vitórias, um empate e uma derrota - além de ter eliminado o Cruzeiro, aclamado como o melhor time do Brasil -, o Flamengo da Copa do Brasil em nada lembra o time que ainda busca um equilíbrio no Campeonato Brasileiro - ocupa a 11ª colocação, com 40 pontos. Para Paulinho, a diferença de resultados está evidente na forma de atuar, bem mais agressiva em jogos decisivos. - Na Copa do Brasil, mudamos o jeito de jogar. Vamos dentro os 90 minutos. Não sei explicar, é como se fosse uma Copa do Mundo, o caminho mais rápido para a Libertadores. Temos que entrar como contra o Cruzeiro (pelas oitavas de final), para cima, pressionando, errando o mínimo possível e sem deixar que eles joguem. O atacante rubro-negro falou da resposta positiva do torcedor antes mesmo do confronto, e prometeu muita dedicação para avançar na competição. - A torcida tem feito o seu papel e nos incentiva bastante. Sei que vão comparecer. Nos aplaudiram no primeiro jogo, mesmo com o empate, e sabem que jogamos com a cara do Flamengo: muita garra, vontade e sem desistir. Poupado na derrota para o Atlético-MG, domingo, Paulinho acredita que a parte física será determinante no clássico. Com a série de jogos na reta final da temporada, o desgaste dos jogadores é evidente, e tanto Flamengo quanto Botafogo atuaram com times mistos no fim de semana. - As duas equipes estão bastante cansadas. É muito jogo, um em cima do outro, com jogador desgastado... Quem estiver menos cansado, vai levar vantagem. No fim de semana, descansei bastante, fui à praia, fiquei de pernas para o ar. Estou bem, recuperado, e pronto para ficar esgotado novamente na quarta-feira. É um clássico decisivo, e precisamos estar preparados. Com o empate por 1 a 1 na partida de ida, uma nova igualdade leva a decisão da vaga para os pênaltis. Paulinho garante estar preparado para tal, mas confessa: não fica muito à vontade com este tipo de disputa. - Se for para os pênaltis, vou ficar muito nervoso. Mas vou bater. Tomara que não aconteça, e possamos vencer o jogo. Flamengo e Botafogo se enfrentam às 21h50m (de Brasília), no Maracanã, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Quem levar a melhor na partida encara o vencedor de Vasco e Goiás na disputa por um lugar na decisão da competição.(globoesporte.com)

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Torcida do Flamengo faz filas por ingresso. Baixa procura no Botafogo

Engenhão e Maracanã lotam de rubro-negros em busca de um lugar no clássico desta quarta-feira, que vale vaga na semifinal da Copa do Brasil. Fora de campo, o Flamengo começou em vantagem a decisão da vaga na semifinal da Copa do Brasil, quarta-feira, no Maracanã, contra o Botafogo. A torcida do clube fez grandes filas nas bilheterias do próprio Maracanã e no Engenhão. São mais de 70 mil à venda para o confronto e a venda começou na sexta-feira, via internet. Nestes locais, a procura para o setor Sul, destinado ao Botafogo, foi muito baixa nesta segunda-feira. Gávea e General Severiano também estão vendendo ingressos para o jogo. Nas redes sociais, há uma intensa reclamação com relação ao programa de sócio-torcedor do Botafogo. Os torcedores questionam o processo de cadastro e a dificuldade de entrar em contato pelo telefone com a administradora do processo. No jogo de ida, houve empate em 1 a 1 e, neste confronto, o gol como visitante não conta como critério de desempate. No Campeonato Brasileiro, o Botafogo está na quarta colocação, com 50 pontos, 10 à frente do Flamengo, 11º colocado.(globoesporte.com)