8 FEIJOADA FLAJARAGUÁ

8 FEIJOADA FLAJARAGUÁ
EQUIPE REUNIDA NA REALIZAÇAÕ DA FEIJOADA

segunda-feira, 18 de março de 2013

JORGINHO É O NOVO TREINADOR DO FLAMENGO

Técnico assina até o fim de 2014 e entra na vaga do demitido Dorival Júnior. Ele começa a trabalhar já nesta segunda. Aílton chega como auxiliar. Em uma negociação rápida e que reforça as novas diretrizes do clube, o vice de futebol Wallim Vasconcellos e o diretor de futebol Paulo Palaipe acertaram a contratação do tetracampeão até o fim de 2014. Havia um acerto verbal entre as partes, mas uma reunião neste domingo, no Rio, concretizou o acordo. Jorginho começa a trabalhar já nesta segunda-feira (a apresentação oficial será às 11h) e estará na área técnica na partida contra o Boavista, sábado que vem, no Engenhão. O ex-lateral-direito, de 48 anos, foi escolhido por conta do perfil jovem e de identificação com o clube, e também por se encaixar nas novas diretrizes financeiras. Ele receberá um salário na casa de R$ 300 mil, inferior ao de Dorival Júnior, que não chegou a um acordo de redução salarial e acabou desligado na tarde deste sábado. - Jorginho é um profissional com larga experiência internacional, passagem pela seleção brasileira, íntegro, respeitado, com história no clube como jogador. Certamente é um ótimo nome para o futebol do Flamengo - disse o vice de futebol, Wallim Vasconcellos, ao site oficial do Rubro-Negro. Jorginho chega com o auxiliar Aílton Ferraz, que também tem passagem pelo Flamengo. A diretoria vai contratar um preparador físico que vai integrar a comissão técnica permanente do clube. Via Twitter, o treinador se manifestou no fim da noite. - Amigos, acertei um contrato de dois anos com o Flamengo! Muito feliz por retornar à nação rubro-negra e preparado para esse novo desafio!!! - disse Jorginho. O diretor de futebol rubro-negro, Paulo Pelaipe, celebrou o acerto. - Esperamos que Jorginho tenha como treinador mesmo sucesso que teve como jogador, que faça história no Flamengo - declarou Pelaipe. Destaque no Figueirense em 2011 Ex-lateral-direito do Flamengo (campeão carioca em 1986 e brasileiro em 87) e da Seleção (titular e ganhador da Copa de 1994), Jorginho iniciou sua carreira de treinador no mesmo clube no qual se tornou jogador profissional: o América. Em 2005 e 2006, teve boa passagem pela equipe e ficou marcado por uma polêmica ao querer mudar o mascote do clube. Evangélico, ele tentou substituir o diabo por uma águia. Jorginho deixou a equipe para ser auxiliar técnico de Dunga na Seleção que acabou eliminada nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Pouco depois do Mundial, foi anunciado pelo Goiás, mas acabou demitido dois meses depois, com o time praticamente rebaixado para a Série B do Brasileiro. Em março de 2011, acertou com o Figueirense e a equipe teve boa campanha no campeonato nacional, ficando perto de conseguir a vaga na Libertadores. Depois, ele acertou com o japonês Kashima Antlers (clube que já tinha defendido como jogador) e ficou ao longo de toda a temporada 2012. Lá, foi apenas o 11º colocado no Campeonato Japonês, mas levou o título da Copa da Liga Japonesa. No início do mês, ele visitou os centros de treinamento de Barcelona e Real Madrid "em busca de reciclagem". O vídeo acima mostra imagens de Jorginho nos tempos de Flamengo e Seleção. O então jogador comenta, em 1992, sobre o prêmio que recebeu da Fifa como futebolista mais disciplinado do mundo naquele ano.(globoesporte.com)